< Voltar

“Senti que era hora de dirigir meu primeiro longa – e fomos muito premiados!”

O ator e agora diretor Emiliano Ruschel fala de "Maverick", seu filme, vencedor em diversos festivais e que chega às plataformas digitais

 

Comecei minha carreira aos 5 anos de idade, fazendo comerciais de televisão. Aos 12 anos, pela indicação de uma professora de artes, ganhei ma bolsa para estudar teatro, pintura e informática numa escola da minha cidade,  Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. Veio o teatro amador, aos 17, e fundei uma companhia de teatro. Quando me mudei para o Rio de Janeiro, começaram os trabalhos na televisão e no cinema e não parei mais.

Mas, em meio aos trabalhos de ator, a ideia de um filme surgiu. E surgiu de uma vontade antiga de fazer um filme com um Maverick – o carro! – pelo qual fui apaixonado. Escrevi o argumento, que ficou dez anos guardado, esperando a hora certa de começar essa produção. Em 2014, ganhei o prêmio de melhor ator no Los Angeles Brazilian Filme Festival, pelo filme de época Para Sempre Nunca Mais. Foi aí que senti:  era a hora de dirigir meu primeiro longa.

E escolhi a cidade onde cresci e onde minha família mora até hoje para rodar o filme. Estou fora de lá há mais de 15 anos… Minhas visitas eram de poucos dias nesse tempo todo – tinha que voltar para o RJ para trabalhar, sempre correndo. Atualmente, moro em Hollywood (LA, EUA), ainda mais longe de Passo Fundo. Fazer o filme na cidade foi a melhor forma de unir o trabalho, a família e o os amigos. Descobri que quero estar mais presente por lá: o tempo passa muito rápido. E nada é mais importante que a família e os amigos.

O filme Maverick foi realizado com investimento privado. O projeto já nasceu com sorte: todos a quem o projeto foi apresentado adoraram e aprovaram. Recebemos assim os investimentos necessários. Além de filmar em Passo Fundo, gravamos em Los Angeles e no aeroporto de Van Nuys.

Encerramos os trabalhos e, em 1º de dezembro de 2016, levamos o filme aos cinemas do Rio Grande do Sul. Foi um sucesso. O filme ficou em cartaz até o início de janeiro de 2017, com sessões lotadas. Uma alegria muito grande para todos os envolvidos. Agora, se é difícil fazer um filme pela complexidade dele em si, imagine a nossa alegria quando fomos selecionados para o LABRFF, festival de cinema de Los Angeles!.

Fazer um filme é complexo; ser aceito num festival superconcorrido que recebe produções do mundo inteiro já é um prêmio. Mas veio mais. Fomos premiados! Isso é realmente extraordinário. Ficamos muito felizes com o Prêmio “Spotlight” de Melhor filme internacional no LABRFF em 2016.

Em 2017,  fomos convidados a participar da Mostra de Cinema Imperial, em Petrópolis, serra do Rio de Janeiro, ao lado de outros grandes filmes nacionais como “João, O Maestro”, com direção de Mauro Lima; “Como Nossos Pais”, com direção de Lais Bodansky, “Malasartes e o Duelo com a Morte”, com direção de Paulo Morelli, e “O Filme da Minha Vida”, com direção de Selton Mello.

Mas não parou por aí. Agora, veio o Prêmio de Melhor filme de Ficção no Festival Internacional FICA, no Rio de Janeiro. É muita alegria. E foi uma oportunidade maravilhosa para a equipe do Rio de Janeiro se encontrar e assistir ao filme no telão do Odeon, como foi feito com as equipes de Los Angeles, São Paulo e Passo Fundo. Era só no Rio que faltava a gente se encontrar.  Só tenho a agradecer a Deus, aos meus familiares, amigos e parceiros. Obrigado! Vida longa aos festivais e ao cinema.

 

*Emiliano Ruschel é ator e diretor de “Maverick: Caçada no Brasil”. Em breve no NETNOW, Google Play e iTunes com distribuição da O2 Play, empresa irmã da O2 Filmes

Sinopse: O forasteiro Jack Maverick (Emiliano Ruschel) chega à cidade de Passo Fundo para investigar uma série de suicídios que aconteceu nos últimos meses. Lá, ele se envolve com Olivia (Larissa Vereza), uma figura misteriosa que conhece no bar onde age o traficante Zonta (Márcio Kieling). Após o desaparecimento da cantora e “pill-popper” Natasha (Carla Elgert), Jack descobre que os suicídios estão ligados a uma rede de tráfico de drogas que faz parte de uma gigantesca conspiração, envolvendo um conglomerado internacional. Agora, Jack precisa correr contra o tempo para salvar Natasha e sua irmã Liz (Pietra Gasparin), que correm risco de vida.

Ficha Técnica:

Direção: Emiliano Ruschel / Elenco: Emiliano Ruschel, Larissa Vereza, Michele Birkheuer e Márcio Kieling / Gêneros: Suspense, Ação, Romance / Duração: 91 min. / Ano: 2016 / Classificação Indicativa: 14 anos. 

Filmado em Los Angeles, CA – EUA e em Passo Fundo, RS – Brasil. 

Website Oficial: www.maverick-ofilme.com

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone