< Voltar

Mímica, a “arquitetura do gesto”

Ator e diretor Alvaro Assad estreia no Rio "João, o Alfaiate – Um Herói Inusitado" na Cinelândia carioca e fala do teatro que combina mímica e humor

 

Filho de um carioca e uma gaúcha. Nascido no Alegrete/RS no conturbado ano de 1968, mas criado no bairro da tijuca no Rio de Janeiro desde a infância. Algumas das minhas paixões sempre foram a engenharia e arquitetura. Entretanto, as construções que me nortearam estão dentro das artes cênicas. Curiosamente me especializei na técnica da mímica com o saudoso mestre português Luís de Lima.

Em 1993 fundei o grupo teatral carioca ETC E TAL, que hoje completa o trio longevo com Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo (ambos cariocas, esses de certidão de nascimento). ETC E TAL é sediado em área do espaço carioca de rica arquitetura e significado histórico, cultural e político, a Cinelândia. E mais, na Rua Senador Dantas e no prédio de nome balizador, “Edifício Cinelândia”.

Cinelândia, original Praça Floriano. A Praça Floriano localiza-se num largo aberto durante as obras de construção da Av. Central (atual Av. Rio Branco). Ocupa parte do terreno do antigo Convento da Ajuda, construído no século XVIII e demolido na primeira década do século XX.

Ao centro, encontra-se o monumento em homenagem ao Marechal Floriano, inaugurado em 1910. O entorno da Praça Floriano é marcado por imponentes construções nos estilos Eclético, Neoclássico, Art Nouveau e Art déco. Um exemplo de construção em estilo Neoclássico é a Biblioteca Nacional do Brasil. Destacam-se também o edifício Wolfgang Amadeus Mozart, conhecido popularmente como Amarelinho, e o Odeon. Em estilo eclético, destacam-se os prédios do Theatro Municipal, do Museu Nacional de Belas Artes, do antigo Supremo Tribunal Federal (atualmente Centro Cultural da Justiça Federal).

O nome Cinelândia popularizou-se a partir dos anos 30. Dezenas de teatros, boates, bares e restaurantes instalaram-se na região, tornando-a referência em matéria de diversão popular. Com a popularização dos shopping-centers, as salas de exibição foram deixando pouco a pouco a Praça Floriano. Atualmente, apenas o cinema Odeon.

Mas, o teatro “floresceu” na Cinelândia. Hoje temos, além do exuberante Theatro Municipal, também os Dulcina, Serrador, Riachuelo, Eva Herz e o CCJF-Centro Cultural da Justiça Federal. E é nesse espaço cultural na Cinelândia(CCJF) que estrearemos nosso 10º espetáculo de repertório. João, o alfaiate – um herói inusitado, uma adaptação do conto original dos Irmãos Grimm. Nesses 24 anos de trajetória do ETC E TAL, será a 1º vez na praça de nossa sede. E que ficaremos em temporada com um espetáculo em que o cenário é elemento de construção dramaturgica fundamental. Partimos de uma pesquisa das telas de fundo teatrais, que foram tradição nos teatros da década de 40; fizemos a releitura desse contexto, trazendo pra cena uma característica em que a mímica possibilita transformar em tridimensão os desenhos que estão bidimensionais nos telões do cenário. Sempre misturando a tríade que permeia nosso trabalho há mais de duas décadas “Teatro Mímica Humor”. Que possamos nos divertir juntos em palco carioca.

*Alvaro Assad é ator, diretor e gestor do Centro Teatral e Etc e Tal , que estreia João o Alfaiate – Um Herói Inusitado no CCJF no dia 29 de outubro

Serviço:

“João o Alfaiate – Um herói inusitado”

Estreia para o público no dia 29 de outubro (domingo)

Com a Cia Teatral Etc e Tal – Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo

Local: Centro Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241 – Centro)

Data: Sábados e domingos, de 29 de outubro a 19 de novembro

Concepção Cênica e Texto Original: Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo

Direção: Alvaro Assad

Estreia: DOMINGO, 29 de outubro, 16h

Duração: 50 minutos

Capacidade: 142 lugares

Ingresso: R$ 20 inteira / R$10 meia-entrada

Classificação etária: Livre (Indicado acima de 05 anos)

Telefone: (21) 3261-2550

Funcionamento: Terça a domingo, do meio-dia às 19h.

 

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone