< Voltar

“Aprender é um gesto de amor e estamos continuamente aprendendo”, diz a terapeuta Eneida de Oliveira

"Aprender significa abrir espaço interior para receber o que está em mim. O novo se torna conhecido na medida em que o deixo entrar"

 

Na vida aprendemos sempre. Aliás, estamos aqui para isso. Tirar, de cada fato que nos ocorre, um aprendizado. Fazer a leitura do que cada situação quer dizer. Tudo à nossa volta nos comunica; cabe a nós entender o significado daquilo que nos acontece.

Mas a questão do entendimento não é simples e envolve camadas de compreensão – do objetivo ao subliminar, do concreto ao simbólico. A linguagem já é uma construção simbólica, nos significados da língua e dos fatos. Então, como entender o que está acontecendo? Como aprender se não percebo o significado real?

Aprender significa abrir espaço interior para receber o que está em mim. O novo se torna conhecido na medida em que o deixo entrar. Resistir significa não dar chance ao aprendizado. Só posso aprender se me entregar.

O aprender tem três momentos: primeiro, o aprendizado intelectual, onde entendo o que me é apresentado. Depois, vem a percepção daquilo que entendi, ou seja, a realização, em mim, do fato em si. E, finalmente, a representação do conteúdo dentro de mim; o que esse fato tem a ver comigo; qual a significância disso em mim.

Quando falamos de entrega, de não resistência, falamos da humildade necessária para poder aprender. Do reconhecimento daquilo que ignoramos. A atitude arrogante e presunçosa nos impede de expandir a nossa consciência; não nos dá a abertura para novos horizontes.

O aprendizado é um gesto de amor, tanto de quem ensina quanto de quem aprende. Ambos precisam doar-se! Ambos sabem que ensinando é que se aprende, e aprendendo é que se ensina. Porque não existe nem professor nem aluno, mas duas pessoas que buscam o crescimento.

 

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone